domingo, 23 de outubro de 2011

Blues, Boneca de Pano, Magos, Rock e Sabugo de Milho



FAZEN’DESENHANIMADO no NUPA
Núcleo Paulistano de Animação no CCJ Ruth Cardoso
Convidados conversam com o público, apresentam filmes, respondem perguntas, falam de suas idéias e experiências.




Sábado, Dia 29 de Outubro de 2011

FAZEN’DESENHANIMADO NO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO
com
AMERICAN POP
e
TIAGO DA MIXER



Entrada FRANCA!
Desaconselhável para menores de 12 anos

15h00: RALPH BAKSHI PARTE DOIS: 
Continua a trajetória do cineasta que provou que desenho animado também pode ser para o público adulto. Neste segmento, o curador do NUPA discutirá: WIZARDS, O SENHOR DOS ANÉIS, AMERICAN POP & HEY GOOD LOOKING.

16h30: Tiago Melo, de jornalista na FOLHA e GAZETA MERCANTIL, migrou para a TV e hoje é diretor executivo na MIXER. Responsável por diversas co-produções internacionais, atualmente cuida da produção da série em animação SÍTIO DO PICAPAU AMARELO, que será exibida pela TV GLOBO.
Não perca!

N U P A
Núcleo Paulistano de Animação no CCJ RUTH CARDOSO
Curadoria: Céu D’Ellia

Escolhi analisar a obra e a biografia de Bakshi por diversas razões. Não acho seus filmes perfeitos, mas alguns deles são revolucionários. COONSKIN e AMERICAN POP especialmente. COOL WORLD talvez também estivesse nessa lista se não tivesse o roteiro original tão modificado pelos produtores. O que mais me impressiona em seus filmes é a coragem e inovação dos roteiros e especialmente da edição. Bakshi tem o que dizer e tem ritmo. Talvez por isso Quentin Tarantinho goste tanto dele, pelo ritmo e pela coragem. Mas o que mais contribuiu para que eu tenha trazido este estudo de Bakshi ao NUPA, é a sua postura profissional. A maneira como continuamente deu viradas em sua carreira e soube enfrentar restrições e dificuldades de toda ordem. Acho que o resumo da mensagem está em um depoimento que ele deu há três anos na Comic Com de San Diego e que em breve vamos disponibilizar com legendas no canal NUPA na internet. Tem quem chame os trabalhos de Bakshi de animação trash. Não necessariamente querendo dizer que isso é ruim. Talvez até mesmo uma qualidade. De qualquer jeito, quem se interessa por animação precisa conhecê-lo. Bakshi ainda vai ter o reconhecimento merecido e sua obra será remasterizada e relançada em box. Acredito nisso.
Nosso convidado deste mês, o Tiago Mello, é atualmente um dos mais ativos produtores de animação no Brasil. A Mixer, onde trabalha, já co-produziu com o Canadá, a ESCOLA PRA CACHORRO, com a direção artística e de animação do Marcelo Moura, que já esteve presente no Fazendesenhanimado em 2010. Está em pré-produção para produzir a série da VIVI, do Alê Abreu (nosso convidado em 2009 e atualmente ministrando um workshop no estúdio do NUPA). E está agora produzindo uma versão em série de desenhos animados do SÍTIO DO PICAPAU AMARELO para a TV Globo. O diretor da série é o Humberto Avelar, nosso convidado no primeiro semestre deste ano. Ou seja, um monte de gente e trabalhos legais passam pelo Tiago e pela Mixer. Então pra quem está querendo conhecer melhor os bastidores da produção de uma série de animação brasileira, está é uma ótima oportunidade. Apareça.
Aproveitando pra agradecer a presença do Zé Márcio Nicolosi no Fazen do mês passado. Foi muito legal. De quebra apareceu por lá o Spacca e a conversa ficou ainda melhor. 

NUPA/ C C J



Av. Deputado Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha
(11) 3984 2466
(ao lado do terminal de ônibus Cachoeirinha)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

... e o prêmio vai para:



Já temos o resultado dos EDITAIS PAULICÉIA 2011. Neste ano o concurso de roteiros para desenhos animados de um minuto com temas da Cidade de São Paulo, em sua segunda edição, abriu dois editais: CANTA, RIACHO! e KURUPYRA NO ANHANGABAÚ


Antes de continuar, seguinte: o roteiro premiado no ano passado já virou filme e sou suspeito pra dizer que ficou muito legal mesmo. Então não vou comentar nada e deixo você, em breve, ver com seus próprios olhos. Já, já, criamos um canal Vimeo pro NUPA com esse filme e mais umas surpresinhas.


Bom, ao todo tivemos 78 inscrições habilitadas para julgamento. 43 cidadãos do Município de São Paulo submeteram suas propostas para KURUPYRA NO ANHANGABAÚ e 35 para CANTA, RIACHO! Interessante, para o filme com o duende indígena no vale das assombrações, uma maioria de homens fez propostas. E no tema mais ambiental, tinham mais mulheres. A grande maioria preferiu apresentar propostas em apenas um edital.


O júri foi presidido por mim e composto pelos seguintes jurados:


Cibar, o quarto da esquerda pra direita,
é atualmente chef na Tônica, junto com esses outros quatro.
Aqui posam com sua coleção de raladores.
Cibar é gente que rala.
Cibar Ruiz, profissional de criação publicitária graduado na Casper Libero, ator e mímico. Com vários prêmios nacionais e internacionais, entre eles 7 Leões no Festival de Cannes, Londres e New York. Cibar foi convidado a compor o juri como especialista em filmes de comunicação lúdica, curta e concentrada.




Publicação editada pela
Secretaria do Verde e Meio
Ambiente de São Paulo, com
participação da Mônica








Mônica Ribeiro, jornalista, mestre em antropologia pela Unicamp e coordenadora de comunicação da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo. Foi convidada a compor o juri como especialista nos assuntos ambientais desta cidade. Foi jurada apenas do Canta, Riacho!






Flavio Del Carlo, cineasta de animação, diretor de arte e ilustrador. Um dos mais expressivos curta-metragistas de animação do Brasil, com filmes premiados como Tzubra Tzuma e Squich! Conhecido também pela direção de arte das animações e vinhetas da TV Rátimbum. Convidado a compor o juri como especialista em roteiros e filmes de animação.


Pinturas do Flávio Del Carlo expostas em 2008 na Espaço Imaginário


E os resultados, incluindo as listas de suplentes, por ordem de classificação são:


RESULTADO FINAL JURI EDITAL ROTEIRO DE ANIMAÇÃO PAULICÉIA CANTA, RIACHO!
Primeiro lugar: TY-ETÊ, de Roney Freitas
Primeiro suplente: O RIO CANTA FULANINHA, de Reinaldo Yamada
Segundo suplente: CURUMIM-Y, de Alexandre Ferreira
Terceiro suplente: CANTA, RIACHO, de Jussara Godofredo
Quarto suplente: OS RIACHOS TAMBÉM CANTAM, de Carlos Milhomem
Quinto suplente: RIACHO, GRAFITEIRO, de Marcelo de Carvalho



RESULTADO FINAL JURI EDITAL ROTEIRO DE ANIMAÇÃO PAULICÉIA KURUPYRA NO ANHANGABAÚ.
Primeiro lugar: O RESGATE, de Edevilson Guilherme
Primeiro suplente: CALMA KURUPYRA, de Adriana Pastorello
Segundo suplente: KURUPYRA NO ANHANGABAÚ, de José Custódio Filho
Terceiro suplente: O DESPERTAR DAS ÁGUAS, de Janaína Felipe
Quarto suplente: O VALE DAS DIABRURAS, de Tatiana França
Quinto suplente: O BONDE E O GAMBÁ, de Luigi Recine