domingo, 15 de setembro de 2013

Você diz que quer uma Revolução


A revolução em curso em todo planeta começou quando as Corporações Internacionais passaram a se servir da mão de obra escrava, vulgo povo, do Partido Popular da China. E a Elite Chinesa, vulgo governo permanente, passou a participar do mercado de ações. E com diferentes matizes e métodos, o mundo todo caminha para ver em todos os lugares a consagração desse sistema. Estamos vivendo em todo o planeta a implantação do Capitalismo de Estado. 
foto de Josh Sommers

O Socialismo/Comunismo, que é e sempre foi apenas uma forma de colocar o controle do capital e dos meios de produção nas mãos de um governo totalitário, finalmente funde-se completamente ao Sistema Financeiro Internacional e os interesses das Corporações. 

A função de todos os governos, em todo o mundo, e como já pode ser visto no Brasil, é administrar o povo-gado para que permaneça dócil, na sua condição de trabalhador barato e consumidor dos próprios produtos que produz. O resultado do esforço do trabalho é permanentemente transferido para a mão da elite unificada Governo-Sistema financeiro, através de impostos e outras taxas. Corporações e Estados garantidos no controle completo da vida dos dominados. 

O mundo globalizado perfeito. O fim da diversidade cultural e ideológica. A manutenção permanente do poder na mão de uma pequena elite global que faz de conta que se desentende pra promover de vez em quando umas diminuições de população indesejada, e ainda movimentar a máquina com produção e venda de armamento.

Enquanto isso, no Brasil, os Idiotas Úteis continuam alimentando o maniqueísmo barato e idéias cretinas como a existência de uma imaginária esquerda-liberal-boazinha e uma direita-conservadora-malvada. Só mesmo aqui pra se chegar em tal grau de estupidez simplista, a serviço do interesse de regimes totalitários. O Brasil está onde sempre esteve. E não há alternativa no horizonte. Na melhor das hipóteses uma gravíssima crise ambiental pra desorganizar o sistema de tal forma que gere brechas de reorganização da sociedade. As crianças de hoje, que serão adultos em breve, esperam chumbo grosso.

Sem comentários:

Enviar um comentário