Fim do NUPA? #FICANUPA



O Secretário de Cultura anterior, Prof. Carlos Augusto Calil, recomendou à nova gestão, logo no início do novo mandato, que se olhassem os filmes e resultados do NUPA, para que o programa fosse mantido. 

Mas até o fim de fevereiro eu não fui procurado pelo novo Secretário, da gestão Haddad, Juca Ferreira. Em função da falta de perspectiva de continuidade, um grupo de alunos do NUPA e mais alguns artistas que conhecem e apoiam o projeto, deram início a um movimento pela continuação do programa, batizado de #FICANUPA.

Na mesma semana do início do movimento, fui procurado pelo novo diretor do CCJ Ruth Cardoso. Tivemos uma longa reunião e expliquei um pouco dos objetivos e estratégias do NUPA. Ele me disse que quer continuar o projeto, mas também sinalizou que não tem verba suficiente.

Expliquei a ele o que explico aqui:

- O NUPA não é somente uma oficina para jovens na Vila Nova Cachoeirinha. É uma ação estratégica para incentivar a produção da arte da animação no Brasil, através de atividades e filmes que ao mesmo tempo aprimorem as relações do cidadão com sua própria comunidade.

O critério principal dessa estratégia é a interpretação para a comunicação de massa dos princípios de Biofilia (E. Owen Wilson) e Memória e Paisagem (S. Schama) que desenvolvi com a bióloga Andrée de Ridder e que recebeu o prêmio Hopes for the Future for a Sustainable World, em 1996, da IUAPPA, por indicação do chairman de ecologia da IAS.

- Fazer filmes é imprescindível para a continuidade do NUPA.

- O CCJ é um parceiro do NUPA nessa ação, que necessita de verba e do envolvimento do Gabinete da Secretaria Municipal de Cultura.

Portanto, a continuidade ou não do NUPA, depende de decisão do novo Secretário. Enviei mensagem ao mesmo no dia 6 de Março, propondo uma reunião. E até o momento em que escrevo este post, não recebi resposta. 

Apoio o movimento #FICANUPA, porque é uma forma de divulgar, valorizar e validar uma ação pública, voltada a gerar benefícios para a comunidade. É uma forma da nova gestão ter alguma garantia de que apoiar o NUPA é bom.



Quem quiser assinar a petição que circula na web, acesse este link: 


  • Para assinar é preciso estar cadastrado no Facebook e ter o app Causes desbloqueado (settings/blocking ou configurações/bloqueio)
  • Se assinar, por favor, confira se seu nome apareceu de fato na petição. 


Algumas pessoas se manifestaram a respeito do NUPA nestes dias. Destaco:

Parabéns pelo trabalho, Céu! Não conhecia ainda os filmes, ficaram fantásticos. E sobre a importância de um núcleo como o NUPA, nem preciso dizer nada... 
Marcos Magalhães,
criador de curtas-metragens de animação, entre os quais MEOW, prêmio Especial do Júri, Cannes,1982. Diretor do Festival Anima Mundi

Fica, NUPA!
Alê Abreu
autor de curtas de animação e do longa GAROTO CÓSMICO, 2007. Em produção o longa CUCA NO JARDIM e a série de TV, VIVI.

O NUPA não pode acabar! É uma iniciativa super bacana em um momento muito especial para a animação no Brasil. O NUPA é uma primeira conquista.
Kiko Mistrorigo
sócio fundador da TV PINGUIM, produtora de animação pioneira no Brasil em séries de animação, entre as quais PEIXONAUTA.


Tive a oportunidade de assistir e ministrar palestras no Núcleo Paulistano de Animação (NUPA), localizado no CCJ Ruth Cardoso em Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo. Atesto o altíssimo nível das aulas expositivas de História da Animação, nas quais o professor Céu D’Ellia não apenas expôs aos alunos a história dos grandes estúdios de animação, mas compôs um painel amplo e coerente do desenvolvimento dessa arte, que merecia estar em uma tese ou publicação. As animações produzidas nas oficinas da NUPA não são simples exercícios didáticos, mas trabalhos de grande qualidade artística e profissional, ao nível das melhores produções mundiais de curta metragem. As palestras com os profissionais da área, realizadas periodicamente aos sábados, propiciam um encontro raro e frutífero entre veteranos e estudantes, aproximando gerações.
O Brasil deu um enorme salto qualitativo na esfera do cinema de animação, na última década. Foi este grande desenvolvimento que tornou possível, hoje, suprir a demanda por desenhos nacionais nos canais de TV dirigidos aos público infantil, que o poder público gerou por meio das leis de obrigatoriedade de conteúdo nacional. Por isso, é urgente a formação e atualização de animadores, artefinalistas, técnicos e demais profissionais relacionados a esta arte de grande alcance popular.
Torço para que São Paulo não “desanime”, e que o maravilhoso trabalho realizado pelo NUPA tenha continuidade na atual gestão da cultura municipal, que certamente repercute em todo o estado e no país.
Spacca
chargista no jornal FOLHA DE SÃO PAULO (1986-1995), ilustrador e autor de quadrinhos, entre os quais SANTÔ (2006), D.JOÃO CARIOCA (2008) e JUBIABÁ (2010)

Belíssimo projeto com excelentes resultados! Tem que continuar
Ari Nicolosi
designer e criador de animação. Entre seus trabalhos a série de animação, em produção pela CINEMA ANIMADORES, ZICA E OS CAMALEÕES.

Essa iniciativa precisa ser multiplicada nos estados brasileiros...e não extinta! Fica NUPA!
Quiá Rodrigues,
diretor de cinema de animação e artista criador, construtor e manipulador de bonecos, com participação na TV COLOSSO, ANIMANIA, entre outros.

É impressionante… enquanto outros países como o Canadá só aumentam os incentivos para o desenvolvimento de receitas baseadas em conteúdo criativo, o Brasil parece andar para trás. Animação e tudo ligado a essa arte é uma unanimidade no quesito "profissão do futuro".
Tive a sorte de visitar o NUPA e ver o trabalho sério e dedicado feito lá. Uma oportunidade para começar nesse universo da animação para quem não tem tanta possibilidade financeira. 
Marcelo Ricardo Ortiz
cineasta de animação e diretor da MELIES, Escola de Cinema, 3D e Animação www.melies.com.br

Apoio o NUPA!
Catani,
arquiteto e ilustrador. Autor, em parceria com Jean e Jeanine Guion, da série francesa RALETTE ET CES AMIS.

Projetos assim não podem acabar por uma simples decisão politica de desarticular o que foi feito por governos anteriores! O projeto NUPA é excelente, deve continuar!
Cecília Esteves,
arquiteta e ilustradora, formada em animação na GOBELINS, autora de livros infantis e de projeto de ambientação hospitalar para crianças.

Animação para a População!
Mário Manga,
maestro, músico e compositor, atualmente integrante do grupo BLACK TIE.

Sou grato por surgir a oportunidade de participar no NUPA - Núcleo Paulistano de Animação - e poder ver de perto o nascimento de uma iniciativa inédita e repleta de êxito. Inédita por mixar formação com produção, aproximando alunos de profissionais conceituados no mercado de animação em formatos de encontros e workshops carregados de muito conteúdo. O êxito poderia ser medido pelo alcance de views alcançado pelos curtas produzidos, mas ele se mostra muito maior no carinho dos participantes e no espaço que eles conseguiram abrir no competitivo mercado de trabalho.
E muito mais ainda pode vir para toda a população da cidade: "ficanupa"!

Gil Caserta,
um dos mais experimentados e versáteis profissionais em animação digital no Brasil. www.braziltoonz.com.br / www.brtoonz.com




Comentários

Top 10 + Populares