quarta-feira, 13 de abril de 2011

Mulheres animadas!


FAZEN’DESENHANIMADO no NUPA-
Núcleo Paulistano de Animação no CCJ  RUTH CARDOSO
Convidados conversam com o público, apresentam filmes, respondem perguntas, falam de suas idéias e experiências.
 
Sábado, Dia 30 de Abril

FAZEN’DESENHANIMADO COM CHARME!
com
SITA SINGS THE BLUES
e
SILVIA PRADO
Entrada FRANCA

Venha conhecer as mulheres de animação, em ação!

15h00: SITA SINGS THE BLUES é um longa metragem de 2008, criado, dirigido, animado e produzido inteiramente pela artista americana Nina Paley. Tornou-se instantaneamente uma referência clássica de humor, inovação e empenho.

16h30: Silvia Prado é diretora executiva da CINEMA ANIMADORES. Graduada em Cinema pela FAAP e pós-graduada em  Film & Television Business pela GV, tornou realidade a criação de muitos artistas. Os premiados SAPO XULÉ e ZICA E OS CAMALEÕES estão entre suas diversas produções. Compareça!

N U P A
Núcleo Paulistano de Animação no CCJ RUTH CARDOSO
Curadoria: Céu D’Ellia

Querida Mary: Desista.
Pra começo de post, deixar claro uma coisa: Legal mesmo vai ser quando não fizer o menor sentido dar destaque para artistas de animação, por serem mulheres. Mas como nos bastidores do mundo animado, da mesma forma que em muitos outros ambientes profissionais, já reinou (e reina...) um certo machismo. E como ainda percebem-se muito mais homens do que mulheres em atividade, então mulheres animadoras ainda chamam a atenção.
Dá um clique em cima da cartinha ao lado, por exemplo. Pra quem não entende inglês, vou resumir: É uma carta da Walt Disney Productions para uma certa Srta. Mary Ford, do Arkansas. Datada de 1938, explica para Mary que ela não será aceita na escola de treinamento para artistas Disney, por ser do sexo feminino. Detalha que mulheres não fazem nenhum trabalho criativo no estúdio, função reservada a "homens jovens". A única coisa que Mary poderia fazer no estúdio seria trabalhar no departamento que passava os desenhos a limpo em acetatos e os pintava segundo as cores pré-definidas. Ou seja, trabalho de repetição, pouco criativo. Bom, isso foi em 1938 e a mentalidade da época era essa. A própria Disney, umas duas décadas depois, valorizaria outra Mary, a genial designer e estilista Mary Blair. 
Sita Sings the Blues
Então estou dando destaque às mulheres no Fazen'desenhanimado de Abril, mas elas se destacam é por seu trabalho, não por seu gênero. Veja o caso de Nina Paley e seu longa metragem Sita Sings the Blues. Não só criou e dirigiu o filme todo, sozinha, mas animou a maioria das cenas. E isso não é o mais importante. O que interessa é que ela fez um filme completamente inovador, para adultos, com orçamento baixíssimo, discutindo o papel da mulher no mundo, fazendo uma espécie de auto-biografia e recontando, com blues, um épico indiano milenar, o Ramayana. Mas vem no CCJ que vamos estudar mais da razão desse filme ser relevante.
Zica, Sapo Xulé e Super Nanny
E nossa convidada é a Silvia Prado. Ela não é animadora. É produtora e diretora da empresa Cinema Animadores. Graças à sua capacidade empresarial, trabalho e visão criativa, artistas como Ari Nicolosi (Zica e os Camaleões) e Paulo José (Sapo Xulé) conseguiram espaço para suas criações acontecerem. Animação é trabalho coletivo e o papel do produtor é enxergar TODAS as partes. Não só as partes envolvidas na criação e execução de um trabalho, mas também o relacionamento desse trabalho com as fontes financiadoras, a distribuição e o público. Venham conversar com a Silvia pra saber mais.
A entusiasmante Patricia Alves Dias,
 mostrando um zoetrópio para as crianças
de Joá, interior da Bahia.
E mês passado teve quem chorou na platéia, que eu vi. De fato, os filmes que o Avelar exibiu são tocantes. Mas aproveitando o embalo Mother Mary, deixa eu apresentar pra vocês a Patricia Alves Dias. Ela foi a produtora que participou da idealização e execução dos filmes das séries Cantigas de Roda e Juro Que Vi, que emocionaram a platéia do CCJ. Ela tem essa preocupação em saber que os filmes conversem com as crianças. E que as crianças conversem com os filmes! Os roteiros dos Juro Que Vi, por exemplo, foram produzidos com a participação das crianças. Então boa parte do sucesso desse trabalho, além do mérito dos animadores dirigidos pelo Humberto, também é da Patrícia. Dai a Mary o que é de Mary.
E finalmente, aproveitando pra agradecer mais duas mulheres... e um homem jovem! Próxima sessão do Fazendesenhanimado terá qualidade melhor de exibição, graças à sempre esforçada equipe do CCJ: Gláucia Maria, Dolores Biruel (Biblioteca Jayme Cortez) e Julião. Muchas gracias! Sem vocês, não roda!



NUPA/ C C J
Av. Deputado Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha
(11) 3984 2466
(ao lado do terminal de ônibus Cachoeirinha)

8 comentários:

  1. Ceu, muito legal esse blog. Parabens!

    Abracos
    Del.

    ResponderEliminar
  2. Que bom que você gostou, caro Del!
    Continua aparecendo e mande notícias.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. oi Ceu, to sempre vendo o blog, otima referencia para bons trabalhos!!

    ResponderEliminar
  4. Valeu, Goma!
    Dá trabalho fazer esse blog e preciso mesmo de umas mensagens que nem a sua de quando em quando, pra não perder o pique.

    ResponderEliminar
  5. Ótimo trabalho, contem com minha admiração e divulgação. Abraços, W!ll Simões ( Cartunista e Ilustrador ). :)

    ResponderEliminar
  6. Que droga...
    Não poderei ir...


    Sandra Monte
    http://www.papodebudega.com

    ResponderEliminar
  7. Achei Sita Sings the Blues um filme lindo muito inspirador... baxei ele, agora tô procurando ele com legendas, meu inglês não é tão bom...

    ResponderEliminar