Mr. Che



Oscar Grillo está com exposição em Buenos Aires. 
Pra quando uma exposição dele aqui em São Paulo?




Ele é argentino, mas há décadas morando na Inglaterra. E se descreve como um pária, que não pertence mais a nenhum lugar, estrangeiro tanto em Londres como em Buenos Aires.


Desenvolveu um estilo gráfico muito peculiar, que acho que os brasileiros, principalmente os paulistanos, que também vivem nessa zona do mundo em que as fronteiras se dissolvem, precisam conhecer.





Clique pra ver melhor
da esq>dir, alto>baixo:
Saul Steinberg, George Herriman,
Chuck Jones, Carlos Nine,
Hugo Pratt, Pablo Picasso,
Pierre Bonnard, Dante Quintero.




Entre Saul Steinberg e George Herriman, Chuck Jones e Carlos Nine, Hugo Pratt e Pablo Picasso, Pierre Bonnard e Dante Quinterno, Grillo está mais para um músico de jazz do que para um artista gráfico. 




Improvisa os mesmos temas, ad infinitum, contorcendo os diferentes estilos até que não sobre nenhum, talvez nem mesmo o dele. Fazendo o fusion de todas as tendências em imagens nocaute dodecafônicas que ignoram fronteiras. 




E, principalmente, ignoram as convenientes cercas entre o que é Arte Séria e arte menor. Pra quem não sabe, arte menor é o termo com que críticos de arte antediluvianos se referem a quadrinhos, cartum, ilustração e desenho animado.












Convivi um pouco com Oscar. No balançante metrô inglês, ele sacava suas canetas e um caderno de desenhos, e me explicava sua teoria sobre como desenhar em movimento, pendulando o braço como uma steadicam. Claro que eu tentava fazer o mesmo e não dava certo. 















Diariamente Grillo envia desenhos para seus amigos no mundo todo. Pra minha sorte estou entre os que recebem essas inquietações diárias e algumas delas estão espalhadas neste post.




Mas pra vasculhar mais o trabalho deste Milongueiro Punk, tem centenas de outros desenhos neste link, blog do próprio Mr. Che: G R I L L O M A T I O N







Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Legal as referências visuais que você traz pra gente, faz refletir sobre o que vemos todos os dias. Ontem tentei desenhar no ônibus indo para faculdade, saiu coisas-tremidas-legais.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Top 10 + Populares